Antecessores, interlocutores e discípulos.: teoria e prática clínica

1. Donald Winnicott: Ler e compreender Winnicott através de Gilberto Safra

- Antecessores, interlocutores e discípulos.: teoria e prática clínica


Um dos aspectos interessantes de se estudar Winnicott com Gilberto Safra diz respeito a importância que este professor dá às articulações e diálogos que Winnicott mantém com seus antecessores, seus interlocutores e seus discípulos. A compreensão de Winnicott se enriquece e amplia através dessa prática

Discípulos: Aconselhamos o estudo dos discípulos de Winnicott antes do estudo de seus antecessores, porque são diálogos com Winnicott que permitem ter um quadro completo do potencial da clínica e do enquadre winnicottiano. Geralmente são pessoas que foram íntimas de Winnicott tendo sido analisados por ele ou supervisionados por ele. Este tópico é formado apenas por cursos completos. São eles: Margareth Little, Masud Khan e Guntrip.

Antecessores: Para compreendermos os psicanalistas que sinalizaram caminhos que seriam trilhados por Winnicott, os seguintes autores merecem ser estudados: Mikhail Balint e Grodeck.

Interlocutores: Winnicott manteve estreito dialogo com sua companheira Clare Winnicott e com a psicanalista Marion Milner, que foram objeto de cursos do Professor Gilberto Safra.
left tsN fwB show|left tsN fwB bsd b01s|left show fwB bsd b01s|bnull||image-wrap|news fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR c05|b01 c05 bsd|news login normalcase fwR b01 c05 bsd|tsN normalcase fwR c05|b01 normalcase c05 bsd|||