Perspectivas psicológicas inerentes ao judaismo e ao islamismo

R$49,00

Do registro fenomenológico ao registro teológico

Livreto + 2 CDs MP3

Aulas ministradas em 9 e 30 de abril de 2008

Gravação em áudio MP3
Aula de 9 de abril 2008 - O judaismo - trecho inicial: Como o Judaísmo vê o adoecimento humano?

Para abordar o modo como o judaísmo vê o adoecimento humano é importante tomar dois conceitos fundamentais dentro do campo da filosofia e também da teologia.Esses conceitos são: imanência e transcendência. De um ponto de vista fenomenológico digo que algo é transcendente quando está para além de mim. Se tenho um copo, digo que me transcende. Está para além de mim. Podemos considerar que cada ser humano é um Outro para além de mim. Todo ser humano é transcendente a mim.  O que está na interioridade de mim mesmo, fenomenologicamente afirmo, é imanente a mim. As minhas mãos por exemplo, são imanentes a mim mesmo. A referencia é eu mesmo, como elemento fundamental. Eu posso fazer o mesmo tipo de articulação destes dois conceitos na interioridade de mim mesmo. Se tomarmos o conceito de inconsciente em Psicanálise, ele se refere a facetas do meu psiquismo que estão fora da minha consciência do cotidiano. Se este é meu referente, a consciência é imanente e tudo que está no meu inconsciente é transcendente à minha consciência no momento. O ser humano é tal que posso afirmar, se minha consciência é o referente: esse copo, do ponto de vista da sua existência, é transcendente a mim, mas a imagem deste copo na minha consciência é imanente a mim. Embora o copo esteja para além. Existe uma transcendência para fora, que se registra no mundo para fora e tomando minha consciência como referente e observando meu inconsciente existe uma transcendência para dentro. Posso afirmar que o ser humano acontece em meio a duas transcendências: a que existe para fora e a que existe para dentro de mim. São abismos dentro de mim que não alcanço. São conceitos importantes em todo trabalho de investigação fenomenológica.
 
Aula de 30 de abril 2008 - O islamismo - trecho inicial: De que modo o islamismo compreende a divindade?

A concepção que uma determinada comunidade tem sobre a divindade determina a  concepção antropológica subjacente e esta vai definir princípios pelos quais se vai compreender a alma humana. A partir destes podemos observar como o adoecimento psíquico é compreendido naquela comunidade. Deriva-se daí perspectivas, dispositivos que tem como objetivo sanar o ser humano. Esta aula é uma entre quatro que busca mostrar a psicologia subjacente às grandes religiões.
Vimos a importância, no judaísmo, da concepção sobre a divindade: a transcendência é fundamental. O conceito de transcendência, implica o posicionamento de um ente para além. A divindade  no islamismo contempla também esta perspectiva transcendente que encontramos no judaísmo. O que significa que o islamismo apresenta uma concepção de Deus em que há sempre abismo ontológico entre o homem e Deus. No cristianismo este é superado pela questão da encarnação. Impensável no islamismo se pensar numa encarnação de Deus. Deus, por ser transcendente, só  interage com os homens por meio dos profetas. Não há nenhuma perspectiva dentro do islamismo de uma apreensão ou visitação da divindade no mundo, não há uma face imamente da divindade. Ela pode falar por meio dos profetas, a questão da profecia é um pilar do islamismo. A divindade teria falado por diferentes profetas à humanidade, o que leva o islamismo a considerar sagrados os livros judaicos e cristãos e esta seqüência de profetas terminaria com o profeta Mohamed, o último dos profetas. As implicações psicológicas e sociológicas desta perspectivas serão estudadas nesta aula.    

COD: 3711
Categoria: A clínica contemporânea: origens, escolas, conceitos, antropologias, principais clínicos
Autor: Gilberto SafraEditora: Sobornost
Tipo: CD-MP3-Duplo 

voltar para Cursos e Conferências em DVD e MP3

left tsN fwB show|left tsN fwB bsd b01s|left show fwB bsd b01s|bnull||image-wrap|news fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR c05|b01 c05 bsd|news login normalcase fwR b01 c05 bsd|tsN normalcase fwR c05|b01 normalcase c05 bsd|||